1. Não ter em atenção o peso da mala

Depende da companhia aérea, da classe do vosso bilhete e mesmo do vosso destino. O bilhete costuma incluir uma bagagem de mão, mas, se ultrapassar uma certa pesagem, será adicionada uma taxa extra.

2. Fazer a mala devagar e conforme nos vamos lembrando do que falta

Resulta sempre em levar coisas a mais e que não fazem realmente falta (o típico pensamento “vou levar isto, just in case). Tirem umas horas para verem o que faz mesmo falta, metam tudo no chão primeiro e, no final, arrumem tudo na mala e confirmem que têm tudo.
 

3. Não verificar a meteorologia do nosso destino

Apesar de ser sempre um bocado imprevisível, convém sempre ver como estão as temperaturas, no geral. Pode ser verão e fazer frio à noite, ou pode acontecer uma tempestade inesperada. No pior dos casos, podem ter de “perder” algum tempo no shopping a comprar casacos ou t-shirts.
 

4. Desperdiçar espaço livre na mala

O espaço é “sagrado” quando estamos a fazer uma mala, todos os cantos servem e têm de ser usados de maneira inteligente.

5. Levar roupas que não combinam

Encontrem roupas que combinem entre si, para que não tenham de levar o guarda-roupa atrás.

6. Não proteger os recipientes que contenham líquidos

As mudanças de pressão do ar podem fazer com que os recipientes possam abrir inesperadamente e derramar o líquido por toda a mala.

7. Levar objectos pesados que podem ser comprados no destino

O condicionador para o cabelo de 1L pode ficar em casa.
Existem uns recipientes pequenos que são fáceis de transportar e muito úteis nestas situações.

8. Levar mais do que três pares de sapatos

Desde que levem algo confortável (ténis), algo mais casual (sandálias, por exemplo) e algo para situações mais “formais”.

9. Levar bagagem que é difícil de transportar

Acho que não precisa de explicação.
E vocês têm mais dicas? Foi útil este artigo?